Você está em King Koil

Aguarde o carregamento da página!

open-menu

Menu

- Dicas

Você sabia? Depois de dois anos de utilização, um terço do peso do seu travesseiro é formado por ácaros


De acordo com uma reportagem publicada na Revista Galileu, após dois anos de uso os ácaros já passam a representar um terço ou mais do peso do seu travesseiro. Mas não são só os travesseiros e almofadas os únicos culpados pelos ácaros, colchões e cobertores também são ambientes mais do que propícios para eles se instalarem e se reproduzirem. Por isso, o ideal é que sejam trocados no limite desse período. Os ácaros são seres microscópicos que habitam o seu colchão, tapete, lençóis e travesseiros. Estima-se que existam pelo menos 1,5 milhão de ácaros vivendo na sua cama neste momento. Estes seres vivem em média dois a três meses e são responsáveis por causar a alergia de muita gente. Tosses, espirros e coceira na garganta são alguns dos sintomas que podem ser despertados nesse processo. Por isso, quem sofre de alergias deve cuidar com muito carinho do seu canto de descanso.

Veja também: Dicas para quem tem insônia e quer dormir bem

Quem é alérgico precisa que ter o dobro de cuidado com a higienização de objetos que têm mais chances de acumular ácaros, como travesseiros, colchões e cobertores. Entre os dois anos da troca de travesseiros, a lavagem deles é desejável que seja feita a seco, já que a umidade é um ambiente favorável para a proliferação dos organismos. Para quem tem alergia, o mais recomendado é utilizar travesseiros de látex ou espuma ou capas protetoras e trocar os lençóis e fronhas uma vez por semana. Confira as dicas para diminuir a quantidade de ácaros na sua casa:

  • Vire o colchão de 15 em 15 dias e aspire-o
  • Troque o colchão de 7 em 7 anos
  • Areje a sua almofada e mantas pelo menos uma vez por semana
  • Mude regularmente os lençóis da sua cama
  • Não use tapetes no quarto e na sala, principalmente nos meses mais quentes
  • Mantenha sua casa arejada e iluminada

Postado em 10/04/2018

- Ácaro - Travesseiro